Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019
16/09/2013

Obras da escola e do poliesportivo em andamento

 


Duas importantes obras continuam em andamento em Guaraci:  a nova escola,  que está sendo construída no Loteamento “Residencial Nova Era” e o Complexo Poliesportivo do Jardim Acapulco. No terreno onde será erguida a nova escola, operários fazem as medições e também as perfurações para o “agulhamento” da fundação do prédio. Já no complexo poliesportivo, estão sendo preparadas as fundações que vão sustentar a pista de skate. Na tarde da segunda-feira (16) foram  recebidas na Prefeitura Municipal as propostas para a construção das casas da CDHU. Com o impedimento da empresa originalmente vencedora da licitação, um novo certame foi aberto e nos próximos dias, depois de analisadas as propostas, uma nova empresa deverá retomar a construção das 110 unidades habitacionais. “Com calma e muita responsabilidade, estamos retomando essa importante obra, tão necessária para as famílias carentes de nossa cidade. Em paralelo, damos continuidade às obras da nova escola e também do complexo poliesportivo, não menos importantes, e que vão dar um novo alento de desenvolvimento para o Jardim do Bosque e o Residencial Nova Era, e também para o Acapulco”, ressaltou o prefeito Renato Azeda

As obras

A nova unidade escolar da cidade foi conseguida através de convênio firmado com o Fundo para o Desenvolvimento da Educação – FDE. A obra está orçada em R$ 3.970.094,97 (três milhões, novecentos e setenta mil, noventa e quatro reais e noventa e sete centavos). A nova escola terá oito salas de aula, além de salas para professores, diretor, grêmio, almoxarifado, secretaria, informática e coordenação pedagógica. O projeto também contempla um centro de leitura, cozinha, despensa, refeitório e cantina, além de vestiários e sanitários para alunos e professores, tudo isso distribuído em dois pavimentos ligados por escadas e uma grande rampa, que somarão mais de 2.700m² de construção. Já o  Complexo Poliesportivo do Jardim Acapulco terá uma pista de skate com nove módulos, uma quadra poliesportiva, sanitários, vestiários e um mini campo de futebol. Todo o espaço será cercado por alambrados e a circulação interna será feita através de passarelas, com um custo  total de  R$647.900,0, verba de convênio firmado com a União por intermédio do Ministério do Esporte.