Domingo, 22 de Setembro de 2019
21/08/2015

Grupo de apoio a dependentes químicos

 


Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a dependência química é uma doença crônica e um grave problema de saúde pública. Diante disso, torna-se necessário a atuação em busca de estratégias de prevenção, tratamento e acompanhamento dos usuários e familiares. Uma das atividades assistenciais que pode ser utilizada com objetivo terapêutico e ferramenta de cuidado é o grupo de apoio.

O grupo de apoio a dependentes químicos tem como objetivo principal oferecer suporte e acolhimento àqueles que buscam ajuda e querem o tratamento, além disso, promove a troca de experiências e reflexão, auxiliando a aliviar sentimentos e no ajustamento de mudanças.  Em Guaraci,  esse trabalho vem sendo realizado, pois há uma grande demanda na cidade.  Foi formada então, uma parceria das secretarias de Assistência Social e Saúde do município. O projeto  acontece também, como uma extensão de outro serviço oferecido que é a triagem. Todas às sextas-feiras, os dependentes químicos que buscam ajuda e querem se libertar do vício, são levados ao Ambulatório Médico de Especialidades (AME) em São José do Rio Preto, onde são realizados atendimentos com equipe multiprofissional. O tratamento no AME pode ser realizado ambulatorialmente ou intensivamente, com a internação em uma das casas de recuperação da Associação e Fraternidade. No caso da internação, o paciente inicia o tratamento no Ambulatório até a vaga ser liberada.

O grupo de apoio tem como meta acolher essas pessoas tanto durante o processo de espera pela internação quanto o pós-internação, quando precisam voltar para suas rotinas e convívio social. Além disso, é aberto a todos aqueles que sofrem com a dependência química e buscam ajuda para sair do vício.

O grupo é coordenado pelas profissionais Samira Fiorotto (psicóloga), Rosângela Bernardes (fisioterapeuta) e Noildes Rosa (assistente social). As reuniões  são realizadas todas as terças-feiras às 15h, na Biblioteca Municipal. O grupo se iniciou com poucos participantes, porém a cada semana novos interessados  aparecerem e são incluídos e acolhidos. Esse trabalho vem sendo desenvolvido de forma muito positiva e tem trazido bons resultados.

Com I.E.C- Saúde   e  Secretaria de Promoção Social