Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019
14/04/2015

Estação meteorológica foi instalada em Guaraci

 


Uma parceira entre  o FEHIDRO  - Fundo Estadual de Recursos Hídricos, A CATI - Coordenadoria de Assistência Técnica Integral,  e a Prefeitura de Guaraci, possibilitou a instalação de uma Estação Meteorológica. O equipamento, totalmente automatizado, atualiza a cada 20 minutos informações  sobre a velocidade do vento, temperatura, nível de radiação solar, umidade relativa do ar e a quantidade de chuva (pluviometria), entre outras. Essas informações ficam a disposição do público interessado, através do site do CIIAGRO - Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas (ciiagro.org.br/ema). Basta acessar o site e selecionar a cidade para ter todas as informações.  “A Estação Meteorológica é um instrumento muito importante, principalmente  para os agricultores, que dependem sempre das condições do tempo”, disse  o chefe da Casa da Agricultura em Guaraci, Diego Barrozo. A instalação e manutenção do equipamento são de responsabilidade do IAC-  Instituto Agronômico de Campinas. “A CATI faz o estudo e determina onde o equipamento deve ser instalado. O FEHIDRO compra o equipamento e o IAC/CIIAGRO aglutinam as informações. A prefeitura dá todo o suporte local e o terreno para a instalação. É uma parceria que vai proporcionar informações muito valiosas para nossos munícipes e  também para os centros de estudo do clima espalhados por todo o Brasil, pois Guaraci é um ponto a mais a ser analisado e estudado”, comemorou o prefeito Renato Azeda.




Sobre os envolvidos no projeto

FEHIDRO


O FEHIDRO - Fundo Estadual de Recursos Hídricos  tem por objetivo dar suporte financeiro à Política Estadual de Recursos Hídricos e às ações correspondentes.  O Plano Estadual de Recursos Hídricos – PERH é o instrumento técnico, estratégico e econômico-financeiro para implantação da Política Estadual de Recursos Hídricos. Os projetos financiados pelo FEHIDRO são enquadrados conforme as prioridades estabelecidas no PERH, que fornece as diretrizes, objetivos e metas para realização de programas de proteção, recuperação, controle e conservação de recursos hídricos.

 

www.cetesb.sp.gov.br/servicos/financiamentos/22-FEHIDRO

CATI 

Órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Governo do Estado de São Paulo, desde 1967, quando foi criada, vem trabalhando para o produtor rural, prestando serviços e oferecendo seus produtos.  Com sede em Campinas (SP), a rede da CATI é composta por 40 Escritórios de Desenvolvimento Rural (EDRs) distribuídos nas várias regiões do Estado de São Paulo. Os 40 EDRs englobam as Casas de Agricultura municipais  que estão presentes em todos os municípios do Estado de São Paulo. Além disto, a CATI possui 21 Núcleos de Produção de Sementes, Mudas e Matrizes, produzindo variedades de sementes e mudas.

www.cati.sp.gov.br/new/institucional.php

Instituto Agronômico (IAC)  de Campinas

O Instituto Agronômico (IAC), de Campinas é instituto de pesquisa da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, e tem sua sede no município de Campinas. Foi fundado em 1887 pelo Imperador D. Pedro II, tendo recebido a denominação de Estação Agronômica de Campinas. Em 1892 passou para a administração do Governo do Estado de São Paulo.  Sua atuação garante a oferta de alimentos à população e matéria-prima à indústria, cooperando para a segurança alimentar e para a competitividade dos produtos nos mercados interno e externo. Seu corpo de servidores conta com 161 pesquisadores científicos e 319 funcionários de apoio. Sua área física de 1.279 hectares de terras abriga a Sede, Centro Experimental Central e 11 Centros de Pesquisa distribuídos entre Campinas, Cordeirópolis, Jundiaí e Ribeirão Preto, ocupados com casas de vegetação, laboratórios, demais infraestrutura adequada aos seus trabalhos.

www.iac.sp.gov.br/areadoinstituto/instituto/

CIIAGRO

As atividades agrícolas que o CIIAGRO procura dar suporte são: calendário agrícola, preparo do solo, aplicação de produtos químicos agrícolas, monitoramento de irrigação, datas de maturação e colheita, controle e manejo de pragas e doenças vegetais, transporte de produtos agrícolas, operações florestais tais como incêndios, geadas e outros fenômenos adversos, manejo agrícola e outras atividades correlatas.  Análises agrometeorológicas do Estado de São Paulo são semanalmente atualizadas.

www.ciiagro.org.br/