Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019
13/05/2013

CITRONELA – PLANTA QUE COMBATE O MOSQUITO DA DENGUE

 

Que tal experimentar uma alternativa natural no combate a dengue?  Anote esta dica do I.E.C (Informação Educação e Comunicação) e do Controle de Vetores de Guaraci.

 

A citronela é parecida com a erva cidreira, mas não pode ser ingerida. A grande vantagem é repelir qualquer tipo de mosca em 50m².   A citronela é bastante conhecida pelos seus efeitos repelentes, principalmente contra mosquitos e borrachudos. Ela forma uma touceira densa, suas folhas são longas, com bordas cortantes e de coloração verde clara, idêntica ao capim-limão. Difere deste apenas pelo aroma, que é suave, com perfume de limão, ao contrário da citronela que é bastante forte, talvez até um pouco enjoativo. Ela contém grandes quantidades de óleo essencial Citronela, responsável por suas utilizações repelentes.

Pode ser plantada em vasos e jardineiras, assim como em canteiros adubados ou como bordadura em áreas grandes. O local de plantio da citronela deve ser favorável ao vento, para espalhar o odor que espanta o mosquito, sendo, ideal que seja plantado cada muda a um metro e meio de distância da outra em terreno com bastante sol. Ela apresenta efeitos alelopáticos positivos quando plantada em conjunto com outras plantas, repelindo pragas entre eles o mosquito da DENGUE. A planta apresenta mais de oitenta componentes que afugentam moscas e mosquitos. A essência da citronela é utilizada em perfumes, velas, incensos, repelentes, aroma terapia, desinfetantes e armazenagem de alimentos. O uso do óleo essencial diretamente sobre a pele pode provocar irritações. O bagaço de citronela pode ser utilizado na alimentação animal. Diz-se também que repele gatos de hortas e canteiros.

Deve ser cultivada a pleno sol, em solo fértil, bem drenável e enriquecido com matéria orgânica para uma boa produção. Seu crescimento é bastante rápido, o que pode requerer um desbaste periódico. Utilizar sempre luvas ao trabalhar com a citronela, pois as bordas das folhas produzem cortes superficiais na pele. Tipicamente tropical, não tolera frio intenso ou geadas. Multiplica-se facilmente pela divisão das touceiras.

 

ATENÇÃO: Não confundir com capim cidreira, a citronela tem as folhas maiores e o cheiro mais intenso, lembra eucalipto citriodora. NÃO DEVE SER INGERIDA EM FORMA DE CHÁ OU QUALQUER OUTRO MEIO.

 

DICA: Pode ser feito uma calda para limpar o chão, parapeitos de janelas, balcões. É SÓ PARA DESINFETANTE, A PESSOA NÃO DEVE INGERIR. Para fazer o desinfetante, picar as folhas e guardar em vidro escuro com álcool, durante 21 dias. Duas vezes ao dia, mexa o produto, chacoalhando levemente. Depois, diluir três colheres (sopa) em 1 litro de água e passar no chão. Todas as folhas que vão secando nas moitas corte com uma tesoura, faça picado e coloque no álcool, não jogue fora.

Deixar uma vasilha de ½ litro com duas gotas de essência de citronela no canto do quarto, o cheiro permanece à noite e o mosquito não se aproxima.  Se todo mundo usar citronela dentro de casa, o hóspede indesejado (aedes – mosquito da dengue) não terá lugar para ficar (o mosquito odeia o cheiro que para nós é agradável).

Um repelente seguro para a saúde humana e animal.

 

FAÇA A SUA PARTE NO COMBATE A DENGUE!

 

OBS: Em caso de suspeita de dengue é necessário e importante a notificação no Centro de Saúde, que fica localizado na Rua Carlos de Campos, nº 824.

 

I.E.C (Informação Educação e Comunicação) CONTROLE DE VETORES

GUARACI/SP